Jorge Cardoso é com certeza um dos grandes nomes do bandolim atual, pesquisador e profundo conhecedor da música brasileira.
Me sinto feliz por privar de sua amizade e acompanhar seu belo trabalho como músico e educador.
Um abraço e estamos juntos!

Rogério Caetano

Músico

A primeira vez que vi o Jorge tocar – isso deve ter sido em 1992/93 – fiquei impressionado com sua capacidade bandolinística. O repertório enorme, com uma sonoridade muito particular e a técnica apurada. Desde então, nos tornamos amigos e vejo ele em constante evolução, seja como executante e também como pesquisador e estudioso do instrumento. É uma verdadeira enciclopédia quando o assunto é Choro e Bandolim. Ainda tem o lado compositor, é só você ouvir o baião ‘Minha terra’ pra saber que ele tem a conexão das belas melodias.
Tudo de bom Jorge, continue produzindo coisas bonitas pra nós!

Hamilton de Holanda

Músico

Jorge Cardoso, músico estudioso, pesquisador, excelente bandolinista que vem fazendo ótimo trabalho na divulgação do Choro.

Déo Rian

Músico

Siga Jorge Cardoso

Últimas postagens


RELEXÕES SOBRE ASPECTOS QUALITATIVOS E QUANTITATIVOS NO ENSINO SUPERIOR DE MÚSICA NO BRASIL

Trata-se de uma reflexão sobre os aspectos quantitativos e qualitativos do ensino e aprendizagem da música na vida humana. Com este foco, os aspectos históricos da música com seus usos e funções foram relacionados com a cultura em cada contexto de atuação da atividade humana. A partir dessa construção, buscou-se conectar a temática com a presença da música na história escolar brasileira, seu ensino, aprendizagem e aspectos gerais que conduziram à situação atual da música e sua didática no Brasil.

A TRADIÇÃO NA ESCOLA DO BANDOLIM BRASILEIRO

Contextualizada na cidade do Rio de Janeiro, a partir de 1870, com o nascimento do choro como gênero musical popular, a presente pesquisa tratados aspectos histórico-sociais, técnicos e estéticos que influenciaram a formação e consolidação de uma dita escola “Escola do Bandolim Brasileiro”.Centrada sobre os conceitos de tradição e inovação, a análise parte de conjunto documental reunido a partir de fontes impressas, sonoras e audiovisuais, assim como relatos de músicos bandolinistas.